• Ponto T

Fibras naturais nem sempre são sustentáveis.

Se você já achou ou acha( até ler esse post) que tecidos de fibras naturais e tecidos sustentáveis fazem parte do mesmo nicho, fique sabendo que não está sozinha.

Muitas pessoas confundem e acreditam ser a mesma coisa, eu mesma há algum tempo atrás também achava isso.


Mas aqui vão alguns esclarecimentos para você entender o porque tecidos naturais não necessariamente são sustentáveis.


A fibra natural é retirada sim da natureza, mas até a matéria prima virar um tecido passa por longos processos potencialmente perigosos e antinaturais. Por exemplo, o algodão comum, uma fibra muito usada, está longe de ser sustentável, a produção comercial do algodão requer muita quantidade de água, faz uso de pesticidas e outros aditivos químicos que são extremamente poluentes. Causam sérios danos ao solo, água, ar e também para quem o cultiva.


Então qual tecido é sustentável?

Existem hoje algumas alternativas que causam menos impacto ambiental, como por exemplo, algodão orgânico, modal lenzing, viscose lenzing, tecido ecológico(pet), cânhamo, linho puro, seda de soja etc...

Esses e outros tecidos que são avaliados como sustentáveis tem como objetivo usar menos recursos naturais para sua fabricação, como por exemplo menos água, neutralizar a emissão de Co2, reaproveitamento de materiais, não usar pesticidas e agrotóxicos, entre outros.


Como saber se o tecido é considerado sustentável?

Fique sempre atento na sua composição, se existem selos e certificações comprovando, procure pesquisar a empresa e o que ela aborda nas suas redes. E com certeza sentirá diferença quando usar.











7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Impactos da moda

Você sabia que a indústria da moda "tradicional" é uma das mais poluentes do mundo? Pois é, eu que sou formada em design de moda há 7 anos me deparei com essa informação há menos de 3 anos, então se v